A crise e o fim do QA?

Topic created · 35 Posts · 15819 Visualizações
  • @Reinaldo enquanto continuarmos perpetuando a idéia de que esse perfil de profisssional descrito é “diferenciado”, estamos aceitando que o profissional “normal” (não diferenciado) pode só chegar e fazer o que pedem e ir embora.

    Embora você esteja correto que essa é a realidade perceptível, é errado querer pintar isso como algo que queremos, como comunidade. Esse tipo de profissional não diferenciado sim irá se extinguir e, portanto, não podemos mais aceitar isso como “normal”.

    Temos que subir a barra do que é aceitável. Para isso, por favor, vamos parar de aceitar o que não concordamos. A comunidade agradece 🙂

  • @Gabriel-Oliveira Entendo seu ponto de vista, mas é a realidade no momento nem todos DEV pensam em Qualidade, o que na verdade era pra ser o correto todos pensar em qualidade! Mas eu conheço muitos DEV bons, não estou julgando os DEVs, em qualquer empresa você vai trabalhar com pessoas boas e pessoas ruins.

  • @Reinaldo Realmente a crise irá chegar tanto para o DEV que não pensa em Qualidade quanto para o QA com o perfil “caçador de bug de layout”. Ambos são profissionais “medianos” e infelizmente vemos aos montes por aí…

    @Gabriel-Oliveira Sim… a comunidade agradece!!! 🙂

  • @Reinaldo Como eu falei em um talk ano passado… os dev inclusos no “nem todo dev pensa em qualidade” estão fadados a trabalhos enterprise e monkey job de fabrica de teste.

  • Não vejo o fim do papel de QA nos times e sim uma evolução (palavra que substitui muito bem a ‘extinção’) natural do perfil.
    Temos que considerar vários pontos antes de de emitir uma opinião sobre o assunto, por exemplo:

    • O mercado que estamos discutindo está evoluido o suficiente para absorver o perfil de QA?
    • Quem está julgando sabe diferenciar os perfis de QC e QA?
    • Qual a maturidade da empresa e seu processo para que se corte o papel de QA nos times?

    Acredito na evolução de QA para algo como DevQa, QAOps é uma consequência da maturidade adiquirida. Desenvolvedores se aperfeiçoando com os skills de QA, QA se aperfeiçoando com os skills de Dev e assim por diante. Todos responsáveis pela Qualidade.

    Com relação a arrogância isso é uma “qualidade” do profissional, pois existem Dev’s arrogantes, DBA’s arrogantes e QA’s arrogantes, como em qualquer outro papel. Não podemos generalizar.

  • @Rafael.Olivieri Tenho o mesmo pensamento que você Rafael, em muitas empresas a evolução acontece devagar, e em outras bem mais rápido!

    Essa imagem ilustra bem a tendência do mercado, essa foi uma palestra sobre esse assunto.
    [https://www.dropbox.com/s/wctpx4wwyjm37oz/sauce labs.png?dl=0]
    [https://www.dropbox.com/s/ewrkzfbd6qq3v78/agile testing.png?dl=0]

  • @Reinaldo mostra exatamente o momento evolutivo que a equipe em que trabalho está passando. (QA para QAOps ou DevQa)

  • @Leonardo-Galani, concordo com vc Galani, mas já trabalhei em fábrica de software, não vejo que seja tão ruim com relação aos tipos de testes, tínhamos bastantes testes não funcionais, mas o que mata é o processo burocrático e lento, mas a gente estava tentando implementar a metodologia ágil as poucos.

  • @Leonardo-Galani A palestra deles é de 2011 tem a de 2013 GTAC 2013 Keynote: Evolution from Quality Assurance to Test Engineering:
    https://www.youtube.com/watch?v=nyOHJ4GR4iU
    Mas a melhor de todas GTAC 2014: I Don’t Test Often … But When I Do, I Test in Production
    https://www.youtube.com/watch?v=xkP70Zhhix4
    Essa última eu dou moral para os caras!

  • último hangout sobre o tema…

    Youtube Video

  • @Leonardo-Galani Muito bom o Hangout, que pena que não participei! Eu concordo plenamente com a Sami em não ter cargos!!! Na faculdade todo mundo ver tudo, dessa forma força a todos a pensar em qualidade e não tem nenhum cargo pra colocar a culpa. A Qualidade é responsabilidade de todos.

  • Entrei agora em uma empresa para trabalhar com o QA que está com esse conceito. O time de QA será apenas um suporte para os Times de Dev. Aqui nunca teve QA, estão implantando já nesse sistema. O objetivo é passar o Mindset de QA para os Dev’s e eventuais auxílios nos processos de desenvolvimento. De forma com que eles consigam andar com as próprias pernas e não necessitar de um QA.

    Posso falar que ainda está bastante confuso a forma com que esse QA atua. Pois a minha experiência foi apenas como CQ em uma grande consultoria onde eu prestava serviços para bancos (Burocracia pura, desperdício de trabalho e reetrabalho reinavam…) onde não tinhamos contato com os Devs (e quando tinhamos era treta), existia uma richa eterna entre CQ e Dev.

    O que pude observar do mercado de trabalho aqui em SP - Capital é que as vagas para testers (CQ) que não tenham skills de automação e Dev estão diminuindo consideravelmente, apenas dominar os conceitos de teste não é mais o suficiente. Acredito que não vá se extinguir a procura por esses profissionais, talvez pelo fato da maioria das empresas utilizarem métodos engessados e burocráticos. Compartilhando a opinião com o @LeoCarvalho , não consigo fazer um comparativo de QA para antes e depois da crise.
    Mas acredito também que a adição das skills citadas no tópico só acrescentam para modificar a visão de QA no mercado (a maioria das pessoas que trabalham com tecnologia que conheço confundem as definições de QA e CQ), deixar de ver apenas como execução de testes e enxergar com um maior leque de atuações. Até aqui a onde estou trabalhando foi levantada a idéia de modificar o nome “QA” para quebrar este paradigma.

    Gostaria também de deixar meus agradecimentos aos envolvidos nesse último Hangouts e a comunidade toda também, estou adquirindo muito conhecimento aqui!!! Valeu (:

    Abraços