Testes com números de celulares

Oi, pessoal!

Tudo bom?

Trabalho na Titans, que desenvolve sistemas para empresas de telefonia celular.

Há o desejo da diretoria para que sejam criados alguns smoke tests em produção, cujos fluxos principais são: registro, ativação, upgrade, cancelamento. Mesmo argumentando que seria pequena a chance de dar problemas em produção se conseguíssemos garantir que no ambiente de UAT o sistema está ok, foi dito que haveria uma segurança maior com esses testes em produção.

Algumas restrições que temos por ser um teste em produção:

  • Apagar registros na base de produção para garantir o estado inicial do teste pode ser arriscado
  • Cada número de celular é registrado somente 1 vez. O acesso do usuário continua ativo mesmo com o cancelamento do serviço.
  • As funcionalidades em produção enviam SMSs, realizam cobranças, etc

Gostaria de algumas sugestões de como executar esses testes sem que eles quebrem por falta de massa (usar sempre o mesmo número não funciona) ou sem afetar a vida dos usuários finais enviando SMSs. Uma sugestão que tive aqui foi a de usar números de telefonia fixa, mas não sei se é a melhor abordagem.

Obrigada,

Taty

Taty,

Acho que seria bom testes com chips pré pagos de operadoras como “tim” , onde vc compra chip ativado por … sei lah… 5 reais…rs
Vai ter um custo ai, mas acredito que seja a melhor forma para não usar numeros que vocês não tenham controle.

Poe na conta do centro de custo de TI :D

Taty,

Na empresa que eu trabalho a gente trabalha com um conceito de exclusão lógica, criamos uma coluna a mais na tabela “IsActive” por exemplo e definimos status para ativar e desativar.
Não sei qual seria a complexidade de alterar o banco de vocês, mas não consegui pensar em mais nada por enquanto!
Depois volte e conte-nos o desfecho dessa história :)

Log in to reply

Looks like your connection to Agile Testers was lost, please wait while we try to reconnect.