Testes automatizados na Sprint



  • Boa noite!

    Gostaria de saber a opinião de vocês sobre os desafios no dia a dia de cada um de vocês que trabalham com metodologia ágil, sendo que a equipe de QA tem responsabilidade de automatizar seus testes em paralelo ao desenvolvimento e dentro da Sprint.

    Podem compartilhar suas experiências ou opinião sobre o assunto!?

    Abraços.


  • MVP

    Nos contextos que trabalhei, o mais difícil era dizer que entregaria uma tarefa, com automação quando ambientes de integração não estavam prontos ou seriam entregues depois. Isso gera situações que tu precisa quebrar bem certos pontos para entregar, pelo menos, um “caminho feliz”. Sobre executar/criar os testes na sprint, envolve o profissional começar a também entender como pode criar uma estrutura simples, e depois conseguir refatorar ela. Quando se tem uma experiencia, os projetos de automação já ficam mais “robustos” e se reduz o tempo de criação. Mas no começo é um projeto ruim que tu vai refatorar…(ou refazer do zero…projeto feito o qual tu não sente nojo depois de um mes, tem coisa errada…). E sobre o mindset, tem gente que ainda “encrusta” aquela vida de ficar lendo, especificando coisas e lá no fim da sprint jogam para testar. Em “ágil”, se tu não tentar ser “a frente” do que vai testar, a equipe pode perder um pouco de confiança em ti. Eu gosto de ver as tasks, se alguma está próximo do que foi estimado, já pergunto pro dev se precisa de ajuda…Se está faltando algo…Se o dev recem pegou a task, pergunto se ele não quer tirar uns 30 minutos (ou mais) para conversar sobre a task…pensar na testabilidade dela, etc…etc… E era só para falar sobre automação e eu falei demais…sorry…eheheh
    Mas Trabalhar com a automação na sprint nos deixa mais próximos dos problemas em desenvolvimento, de criar soluções…de ser uma parte mais ativa em um processo o qual a gente não era tão ativa. Fora o desenvolvimento profissional…



  • Meio entranho o lance de falar em ambientes ágeis onde ainda se divide entre time de dev e time de testes. Não deveria ser um time multidisciplinar?
    No meu contexto sou o único QA engineer em meu time, e ajudo a revisar e criar testes automatizados, mas a reponsabilidade por isso é de todos, seja dev ou “tester”. E o mesmo vale para questões como correções de bug, implementação de novoas funcionalidades, code review, etc. Todos somos responsáveis por entregar valor, e sempre com qualidade em mente.