Dicas

Olá, bom dia.

Galera, segue algumas dicas que sempre passo para quem está começando no “lado negro da força” e me perguntam “por onde começar?”.

  • Aprenda Git;
  • Participe da comunidade;
  • Aprenda Linux;
  • Seja pragmático;
  • Entenda a linguagem de programação utilizada nos projetos nos quais você trabalha; e
  • Leia bastante sobre teste de software.

E vocês, tem mais algumas dicas para complementar?

Abraços!

"Não duvido mais do que já suponho"
(Gandalf)

Bom dia @acfreitas, concordo em todos os pontos ctg exceto em 1

  • Aprenda Linux;

mais uma dica é escolher pra qual lado vc quer se direcionar funcional ou não funcional, pois um bom profissional não sabe de tudo. Em minha opinião acho que quem sabe de tudo na verdade não sabe de nada hehehe, então é melhor focar em uma coisa só.

@deyvisonbm, sem dúvidas (até falei isso em outro post). O que eu falo sobre Linux é devido a minha experiência. Saber um pouco de Linux me trouxe bastante autonomia e acredito que tal conhecimento pode contribuir de várias formas.

"Não duvido mais do que já suponho"
(Gandalf)

Eu sou meio suspeito pra falar…

Eu sempre gostei de microsoft e sempre tive uma quedinha por pelas soluções… mas quando abri a cabeça… vi que tinha coisa melhor e mais facil de se usar…

Eu acho que quem “sabe”/conhece de tudo sabe o que quer pra vida… e por isso consegue escolher melhor onde quer focar… E sabe quebrar o galho quando precisa… ;)

Concordo com o @Leonardo-Galani .
Para quem está começando, a melhor dica, na minha opinião, é ler muito sobre Teste de Software. Aqueles materiais de fundamentos mesmo. Não que com isto a pessoa irá saber de tudo, mas ela terá uma visão geral para poder escolher e focar em algo. Não dá para dizer: “Aprenda Selenium”, “Aprenda Scrum”, “Aprenda sobre automação”. Mesmo que tudo isso seja importante, a pessoa irá procurar aprender com o tempo se ela tiver uma boa base e uma visão do todo.

não sei se ler muito sobre teste de software faz bem… pq tem muita besteira (principalmente nas certificações pops do mercado…)… coisas que não são usadas no dia a dia… coisas que você faria sem saber que aquilo é o nome de alguma técnica X idiota…

Acho que a dica maior é:

  • Entenda as necessidades do seu cliente.

Com isso você consegue traçar um plano para entregar um software melhor para ele usar e que atenda as expectativas ;0) e pra isso você vai ver que necessidades como algumas técnicas de teste, processos de automação… processos de deploy continuo, etc… vão aparecer naturalmente.

[]s

Com certeza ver a necessidade do cliente é o ideal. Por exemplo, mesmo que a metodologia Ágil, hoje, seja algo pop, ela não se aplica a tudo. Se a necessidade do cliente é melhor atendida com modelos mais estilo RUP, Cascata, que assim seja.
Também concordo que existe muita besteira por aí. Lembro quando fiz o preparatório para a CBTS e o Cristiano Caetano disse que o que íamos ver no livro era só para a certificação, pois na prática, no dia a dia, as coisas são diferentes.
Quando digo sobre ver a teoria, é porque as vezes a pessoa começa na carreira e toma atalhos, aí quando algo mudar ela vai ficar perdida, ou resistente às mudanças por falta de conhecimento.
Estudar a teoria, mesmo que tenha muitas besteiras, ajuda o profissional a ter uma base.
Por exemplo, ano passado tive que fazer um compilador na faculdade. Pô, quando na vida eu vou ter que fazer outro compilador? Muito provavelmente nunca! Mas nem por isso o aprendizado foi inútil. Saber análise léxica por exemplo, é muito importante, ao escrever testes automatizados.

Tenho esta visão de que precisamos saber um pouquinho de tudo para depois focar em algo.

Log in to reply

Looks like your connection to Agile Testers was lost, please wait while we try to reconnect.