Qual o job description de um tester 2.0 ou um agile tester?

Galera,

Em um outro tópico, que infelizmente eu perdi o link, mas tenho um pedacinho do seguinte:

  • “você já sente a desvalorização na própria vaga de emprego, quando você lê : elaborar casos de teste, executar casos de teste, gerenciar casos de teste, familiaridade com testlink, bugzilla, teste caixa branca e caixa preta e por ai vai… se você é um tester bem informado, atualizado e que procurar se aprimorar no seu ofício você vai rir de uma vaga de emprego como essa, como você espera ser tratado em uma empresa que traça um perfil de profissional desse? acha que ela vai lhe oferecer um bom salário? pode ser para Testers zumbis que acham que Teste de Software se resume a comparar um resultado previsto com resultado final, mas não pra você meu amigo que estuda, que participa da comunidade de teste, que vai atrás de materiais, que aprendeu técnicas e metodologias novas, que lê livros, que se preocupa com a Qualidade dentro da sua equipe, que realmente procura fazer a diferença.”* - @marioramos18

E esse comentário me despertou a curiosidade… Qual é o job description de um tester como o citado acima?

Atualmente estou em uma empresa em que fui contratada para ser iniciar as atividades de qualidade e acabou que o esperado era que eu fizesse testes manuais all the time. Agora a empresa está passando por mudanças, e eu quero aproveitar essas mudanças para mudar minhas atividades também, e quero ser esse profissional do comentário acima, que eu vou chamar aqui de tester 2.o

Então vamos lá, o que você espera de um Tester 2.0 ou um agile tester?

@Nhaiara essa é uma discussão que a comunidade vem tendo já faz um tempo. Vou passar minha visão e opinião, e como não sou o dono da verdade, posso estar errado, ou não (porque nos últimos contextos deram certo): Um “tester 2.0” como vc menciona, ou agile tester, em minha visão, tem que antes de mais nada ter a curiosidade em suas veias, pois dessa forma sempre estará aprendendo tecnologias novas, algo que eu defendo aqui é trabalhar constantemente com análise de risco, estudar e aplicar uma forma de automação dos seus testes, estar sempre ao lado do time de desenvolvimento, ser uma pessoa “boa de grupo”, defender o time que atua, conhecer o produto, o cliente final desse produto, ser um usuário ativo desse produto. Acho que dessa forma o novo contexto de qualidade vai se formando. Aperfeiçoar a parte técnica é fundamental (não apenas em automação). Caso atue com métodos ágeis, primeiro pensar como agilista e DEPOIS olhar para o framework (scrum, xp, kanban, etc). O assunto é bem extenso, mas eu acho que é mais ou menos por ai.

Olá, @Nhaiara, sem dúvidas, isso é uma discussão de boteco (heheheh). Eu acredito que o tester, como citado pelo @thiagompereira, deve primeiramente ser curioso, pragmático com o trabalho dele. Ele deve se preocupar com a qualidade como um todo, desde qualidade de produto, processo até qualidade de vida do time.
Eu, atualmente, venho estudando bastante DevOps e trabalho há algum tempo com automação de testes. O DevOps me trouxe uma contribuição enorme. DevOps, junto com BDD, são as coisas que mais me estimularam nos últimos tempos. Agora, você deve entender qual linha quer seguir, um Tester pode ter várias skills diferentes e cada uma com suas qualidades e benefícios para todo o time. O que eu recomendo para todos que me perguntam isso é:

  • Estude aquilo que te interessa; e

  • Participe da comunidade (blog, stackoverflow, github e afins).

Um post que gosto muito é o Testador ágil 3.0. Espero ter ajudado.

"Não duvido mais do que já suponho"
(Gandalf)

Log in to reply

Looks like your connection to Agile Testers was lost, please wait while we try to reconnect.