Massa de dados para os testes automatizados

Olá pessoal, tudo bem?

Há algum tempo iniciei o projeto de testes automatizados na empresa em que eu trabalho e optei por fazer em C# + MSTest + Selenium WebDriver + Specflow, até aí tudo bem. Durante o desenvolvimento do ambiente, estrutura e testes, chegou a parte de lidar com o banco e a massa de dados que será manipulada pelos testes e etc.

No começo optamos por chamar um .bat que executa um job do SQL Server restaurando um backup do banco no “AssemblyInitialize”, limpando assim a “sujeira” que a execução dos testes causaram. Porém, esse procedimento é demorado. Optamos por então rodar scripts SQL no “AssemblyInitialize” para limpar as tabelas e depois usamos a anotação “TestInitialize” para cadastrar a massa de dados utilizando o Faker e isso tem nos atendido… até então.

Hoje temos um volume de casos de testes e que demora um certo tempo a sua execução, desta maneira se tornou inviável os testes automatizados cadastrarem a massa de dados, pois isso representa quase a metade do tempo de execução.

Meus caros, encontrei uma outra solução, porém, acredito não ser a melhor, por isto, gostaria de saber se alguém já passou/passa por isso e como estão fazendo para contornar a situação.
Basicamente de trocar aqui conhecimentos, saber como vocês tratam a a massa de dados, de onde ela vem? onde vivem? o que comem? onde dormem?

Quase não encontro discussões sobre o assunto e não obtive sucesso na procura de ferramentas que facilitem a minha vida.

Pra Java existe uma lib bem antiga, chamado DBUnit. Sei que pra C# fizeram uma versão chamada NDBUnit, dá uma olhada e vê se te ajuda:

Acho que deve ter um port do factory_girl para c# que ajuda nessa questão.

@stefanteixeira Obrigado! Irei verificar ;)

@leonardo-galani Valeu, irei dar uma conferida e ver se há o porte para C#

Log in to reply

Looks like your connection to Agile Testers was lost, please wait while we try to reconnect.